O abuso contra os idosos

  • 08-06-2015

 

 

Idosos são alvos frequentes de ofertas de serviços que acabam contratando sem querer. Trata-se de prática abusiva que se vale da vulnerabilidade desses consumidores. As estratégias vão de “empurrar” de assinaturas de publicações que a pessoa não deseja, até a contratação de seguros e empréstimos.
A confiança na boa-fé da outra parte leva esses consumidores a serem vítimas de golpes .Há relato de quem recebeu ligação e entendeu que dando seus dados estaria cancelando a assinatura de uma publicação que não desejava mais, quando na realidade foi vendida a adesão a outra revista.
Outro, conta que foi ao banco fazer a “prova de vida” exigida anualmente pela Previdência para continuar a receber a aposentadoria e pediram para assinar um papel. Mais tarde descobriu que havia contratado cartão de crédito, cheque especial e outros serviços do banco que não precisava.
Outras pessoas da família também foram alvos da mesma estratégia. É lamentável que passados 25 anos do Código de Defesa do Consumidor ainda tenhamos fornecedores que se valem da vulnerabilidade do consumidor para lesá-lo. É preciso denunciar esses desmandos e exigir uma atuação do Ministério Público no combate a esses abusos contra os consumidores idosos.
Fonte: Folha Online

Idosos são alvos frequentes de ofertas de serviços que acabam contratando sem querer. Trata-se de prática abusiva que se vale da vulnerabilidade desses consumidores. As estratégias vão de “empurrar” de assinaturas de publicações que a pessoa não deseja, até a contratação de seguros e empréstimos.


A confiança na boa-fé da outra parte leva esses consumidores a serem vítimas de golpes .Há relato de quem recebeu ligação e entendeu que dando seus dados estaria cancelando a assinatura de uma publicação que não desejava mais, quando na realidade foi vendida a adesão a outra revista.


Outro, conta que foi ao banco fazer a “prova de vida” exigida anualmente pela Previdência para continuar a receber a aposentadoria e pediram para assinar um papel. Mais tarde descobriu que havia contratado cartão de crédito, cheque especial e outros serviços do banco que não precisava.


Outras pessoas da família também foram alvos da mesma estratégia. É lamentável que passados 25 anos do Código de Defesa do Consumidor ainda tenhamos fornecedores que se valem da vulnerabilidade do consumidor para lesá-lo.

É preciso denunciar esses desmandos e exigir uma atuação do Ministério Público no combate a esses abusos contra os consumidores idosos.


Fonte: Folha Online


Comentários (0)

Deixe seu Comentário nesta Página (mostrarocultar)
* Seu Nome:
* Seu Email:
(não será divulgado publicamente)
Resposta:
Aprovação:
Seu Website:
* Cód. de Segurança:
Security Image Gerar novo
Copie os números e letras da imagem de segurança acima:
* Sua Mensagem:

Enviar a um Amigo

Preencha o formulário abaixo para encaminhar este notícia para um amigo:

Enviar a um Amigo
* Seu Nome:
* Seu Email:
* Nome do Amigo:
* Email do Amigo:
* Imagem de Segurança:
Security Image Gerar novo código
Copie abaixo os números e letras da imagem de segurança
* Mensagem: